GALERIA DE FOTOS Compartilhe:

TURMA DA MÔNICA NO MUNDO DO CIRCO - Florianópolis

Criados pelo desenhista Maurício de Souza em 1959, os personagens da Turma da Mônica são os exemplos mais bem-sucedidos dos quadrinhos nacionais. Há pelo menos três gerações, Mônica, Magali, Cebolinha e Cascão fazem parte da vida de crianças e adultos no Brasil. Voltado para crianças de todas as idades, o espetáculo Turma da Mônica no Mundo do Circo reúne todos eles em uma festa que mistura teatro, esquetes, paródias e atrações circenses em quase uma hora e meia de espetáculo.

DESCRIÇÃO

O CIRCO DA TURMA DA MÔNICA

Espetáculo infantil une personagens de Maurício de Souza ao teatro e circo em temporada itinerante passando por Florianópolis.
 
O picadeiro da Turma da Mônica estará pronto a partir de Agosto para receber o respeitável público com esquetes, paródias, atrações circenses e números musicais no espetáculo “Turma da Mônica no mundo do Circo”, em Florianópolis.
A ideia, explica o produtor Mauro Sousa, é trazer para as novas gerações o clima familiar e alegre do circo. “Aquela diversão e o momento família que eu tinha quando criança no circo perderam-se um pouco agora. Nada melhor e mais lúdico do que trazer de volta o circo junto com a Turma da Mônica”, justifica ele.  
Criados pelo desenhista Maurício de Sousa em 1959, os personagens da Turma da Mônica são os exemplos mais bem-sucedidos dos quadrinhos nacionais. Há pelo menos três gerações, Mônica, Magali, Cebolinha e Cascão fazem parte da vida de crianças e adultos no Brasil.
Voltado para crianças de todas as idades, o espetáculo Turma da Mônica no Mundo do Circo reúne todos eles em uma festa que mistura teatro, esquetes, paródias e atrações circenses em quase uma hora e meia de espetáculo, onde é possível conferir o Cebolinha como mágico, Cascão como equilibrista, Mônica como a “mulher barbada” e Magali como a incrível engolidora de sorvetes. Uma curiosidade: proibidos nos circos brasileiros, animais bem especiais (e de mentirinha) estarão presentes no espetáculo: é o caso do elefante verde Jotalhão, grande mestre de cerimônias do evento. 
 
 
DEPOIMENTO   
 
Além de resgatar a temática do circo, a coordenadora de eventos e projetos do colégio de São Paulo - Santa Lúcia Filippini, Izabel Pires, acredita que visitas a este tipo de espetáculo são fundamentais para despertar na criança o gosto pela vida cultural, pelo teatro e até mesmo pela leitura. “Cobra-se muito que a criança não gosta de ler, mas para isso é preciso criar sua própria leitura.O teatro é ótimo para isso - o colorido, a iluminação, os personagens do circo - tudo isso desperta para o gibi”, defende ela.  A educadora também explica que todas as atividades extra-classe realizadas envolvem conteúdos e atividades pedagógicas. No caso de Turma da Monica no Mundo do Circo, depois de cantar e brincar durante a peça, um grupo de 188 alunos de seis a oito anos deu asas à imaginação e criou histórias e desenhos em cima da temática do circo. “Na escola, eles criaram também um circo da Mônica e apresentaram sua própria historinha para outros alunos que não visitaram o espetáculo”, conta ela.
 
 
Mais informações
(11) 3883.9090
teatro@divertecultural.com.br